Alie-se ao Aipo!

Hoje é dia de receita no Sintonia e a estrela é o AIPO!

Excelente para incluir na dieta é rico em potássio, sódio, fósforo, cálcio e as suas folhas ricas em Vitaminas A, B e C. Totalmente comestível, desde as folhas aos talos, pertencente à família da cenoura, da salsa e dos coentros. 
Utilizado há séculos para os mais variados fins como: medicamento, ornamento das coroas de vencedores de provas de competição atlética na Grécia Antiga, como condimento os romanos afirmam ter propriedades afrodisíacas. 
Super versátil, não e mesmo!? 


Para a temporada do frio, que tal apostar em mini muffins para surpreender as amigas em um delicioso chá da tarde?

Confira a receita que encontrei no Petitchef e adorei, misturando ao aipo cenoura e caril.  


Ingredientes
260 g de cenoura
1 talo de aipo sem folhas (65 g)
2 colheres de sopa de linhaça
150 g de farinha de trigo integral
100 ml de óleo de girassol
125 ml de cerveja preta
1 colher de chá de pó de caril
1 colher de chá de fermento
Sal e pimenta

Cozinhar a cenoura em água com sal e amassar como purê. 
Moa a linhaça até ficar em pó, depois juntar três colheres de água e misturar bem. Juntar o óleo e a cerveja.

Acrescentar o aipo em cubinhos pequenos e, incorporar ao purê de cenoura. Finalmente, colocar a farinha e o fermento misturando bem com uma colher de pau. Temperar com o caril, sal e pimenta.
Despejar a mistura em formas de mini-muffin e levar ao forno 180º durante 18 minutos.

Rendimento : 8 porções
Tempo de Preparo: 40 Minutos





Pele escamando

Pele no sol pode ser um problema de saude!
E se voce e daquelas pesoas que passam o ano todo longe da praia e tenta tirar o atraso em um dia só preste muita atenção nessa conversa.

Sabe aquela sensação de leve ardência na pele ou uma coceirinha que começa devagar? Sinto informar mas quase sempre, esses são os primeiros sinais de que sua pele está prestes a escamar. Mesmo que não esteja toda vermelha. Da próxima vez, não esqueça o filtro solar em casa... ele não impede que a pele fique morena, só retarda a vermelhidão e protege contra a ação nociva dos raios ultravioleta.
Mas, como o estrago já está feito, é bom prestar atenção quando for sair de casa novamente.

Proteger rosto e corpo é tarefa mais do que obrigatória. Com a pele escamando todo cuidado é pouco. A pele nova é mais sensível do que a anterior. É preciso usar filtro solar para não correr risco de formar bolhas, queimaduras ou manchas, além de passar um bom hidratante.
Mais uma vez a hidratação é fundamental pois ajuda a combater o ressecamento cutâneo provocado pelo sol. Para isso, beber grandes quantidades de líquido é fundamental. Vale investir em água, sucos naturais e água de coco.
Você pode optar por uma leve esfoliação quando a pele começar a descascar, a fim de retirar as camadas mortas. De forma correta  e executada por profissionais experientes, ela contribui para evitar a formação de manchas na pele.
Mas, como já diria a sabedoria popular, a prevenção é o melhor remédio.

Apostar em um bronzeamento gradual é a melhor maneira de preservar a saúde da pele, evitando problemas como envelhecimento precoce e doenças como câncer. 

Pausa para um lanchinho

No verão, ou em qualquer outra época do ano é fundamental evitar longos intervalos entre as refeições. Comer a cada três ou quatro horas mantém o metabolismo ativo e ajuda a não exagerar nas principais refeições.

E apostar em alimentos ricos em fibras é o ideal para essas horas.
Elas formam uma espécie de gel no estômago, e assim, tem o poder de prolongar o tempo de saciedade, deixam a digestão mais lenta e com isso, os nutrientes são lançados na corrente sanguínea lentamente.
Enquanto o corpo está trabalhando nesse processo, ele não vai sentir fome novamente e por isso o consumo diminuir e o gasto de calorias aumenta o que, consequentemente, ajuda a manter o peso.

Para esses lanchinhos, minha preferência é o iogurte natural, sem açúcar. Ricos em proteínas que auxiliam os músculos são pobres em carboidratos e possuem nutrientes excelentes para quem deseja perder peso.
Oferecem boa quantidade de cálcio, fundamental para os ossos e lactobacilos que fortalecem o sistema imunológico além auxiliar no bom funcionamento do intestino.
Mas como não dá pra carregar um potinho de iogurte na bolsa, outras opções são bem vindas como as barrinhas de cereais, diet´s e com frutas secas, que contém alto teor de fibras.

 Outra opção bem interessante é o consumo de castanhas e sementes, que além de crocantes e saborosas, acabam com aquela vontade de mastigar algo. Mas lembre-se que elas possuem gordura, que apesar de auxiliar o funcionamento do corpo, mas não deve ultrapassar o consumo de 30g por dia.
Para quem prefere sabores adocicados, aposte nas frutas secas ou desidratadas e vendidas em pacotinhos.
As frutas são práticas, até mesmo pra quem trabalha.Ingeridas com casca e quando possível com bagaço, como a laranja, fornecem fibras e não tem grande quantidade de calorias. 

Você pode se interessar também por:

Que tal queimar as calorias na água?!!

Com esse calor, por que não aproveitar as aulas aquáticas para dar um up no seu treino e, de quebra, afinar as medidas?
Eu tenho certeza que depois da nossa conversa você não vai resistir a um mergulho!

A velha e boa natação é uma atividade que não causa impacto, portanto, traz baixo risco de lesões. Ainda trabalha o sistema cardíaco e respiratório e ajuda na queima de calorias. Uma aula de natação queima, em média, 600 Kcal por hora, valor que pode variar dependendo da intensidade do exercício e do metabolismo do praticante. O nado borboleta, por exemplo, é o mais difícil, mas também o que mais emagrece (770 Kcal/hora). Atrás dele estão crawl, costas e peito, empatados (560 e 630 Kcal/hora).




A hidroginástica, praticada na parte rasa da piscina, é composta de movimentos rítmicos. A resistência da água e os acessórios funcionam como sobrecarga de trabalho auxiliando no fortalecimento muscular. Nessa atividade, você pode gastar, em média, 500 calorias em uma hora.

Mas se você prefere a prática em mar aberto, que tal arriscar no Stand Up Padle. Essa modalidade trabalha todo o sistema cardiovascular, tonifica as musculaturas dos membros inferiores e superiores e queima em torno de 350 calorias por hora de prática.Para se manter em equilíbrio, o praticante precisa manter as coxas e o abdome contraídos, o que é um ótimo exercício para tonificar esses músculosE dos glúteos também.


O surf também é uma boa opção, que se destaca na lista de modalidades aquáticas que mais ajudam a tornear pernas, braços e abdômen, já que em uma hora de exercício é possível mandar embora cerca de 600 calorias. Mesmo com a variação de ritmo do esporte, de acordo com as condições mar e do nível de conhecimento da prática, o surfe exige muita resistência dos membros superiores e inferiores.
Viu só! Tem um monte de coisa agradavelmente fresca para se fazer nesse verão... basta identificar qual o seu perfil e mergulhar nessa ideia.

Você pode se interessar também por:

http://www.programasintonia.com/2010/09/oito-passos-para-voce-saber-se-esta_27.html        http://www.programasintonia.com/2011/09/nada-de-alcool-para-quem-vai-malhar.html

Escolha os melhores alimentos

A primeira opção de quem pretende alcançar uma alimentação leve e saudável é optar pela comida caseira. Nesse processo, a hora da compra é fundamental.
Para alguns, a solução seriam os produtos orgânicos, que apresentam elevado teor de vitaminas, minerais e antioxidantes. A garantia de estar incluindo no seu carrinho de compras um produto desses é observar se no rótulo há certificação do fornecedor. Os selos expostos ali são a garantia de que esse item foi submetido a rigorosas normas de controle de produção - sem o uso de agrotóxicos ou fertilizantes químicos.
Mas nem sempre podemos comprar apenas orgânicos,seja pela disponibilidade, seja pela variedade ou preço. Então, aí vão algumas dicas para ajudar você a escolher os melhores produtos e suavizar possíveis problemas de contaminação:

- Dê preferência aos alimentos da estação, pois produtos fora da safra possuem, em geral, maior quantidade de agrotóxicos


- Preste muita atenção a integridade do alimento na hora de levar para casa. Vegetais com manchas, furos ou indício de bolor ficam de fora. As frutas devem estar integras, sem rachaduras na casca ou cortes e fendas. Assim como elas, os legumes devem ter casca lisa e brilhante. Evite as que tiverem "furinhos", que podem sinalizar a presença de larvas ou insetos.

- Leve para casa o que pretende consumir em curto tempo. Ao comprar frutas verdes para amadurecer em casa vai atrair moscas e outros insetos, o que conseqüentemente aumenta o risco da contaminação.

- Alimentos já fatiados podem esconder sérios riscos a sua saúde. Uma simples faca, quando indevidamente higienizada, pode ser fonte de contaminação.

- Observe atentamente se há alteração na cor e odor dos produtos e certifique-se do estado de conservação das embalagens.

E você também tem responsabilidades nesse processo.
Não compre ou consuma alimentos de aparência duvidosa e nem os utilize para sucos, compotas ou doces se não podem ser consumidos in natura.
Nada de apertar, amassar ou quebrar as hortaliças enquanto escolhe. Com isso, elas serão descartadas, o que aumenta o desperdício.


Você pode se interessar também:


     

Bacalhau, uma tradição no Natal

O bacalhau é um peixe com grandes histórias e lendas.
Dizem que os pioneiros a incorporar esse peixe na dieta alimentar foram os Vikings, e a falta de sal na época fazia com que ele fosse ao livre, até endurecer, para depois ser consumido aos pedaços nas longas viagens que faziam pelos oceanos.

Sua relação com os portugueses está relacionada a conquistas durante os séculos XV e XVI quando conhecidos navegadores se aventuravam a cruzar os oceanos em busca de novas terras. Nesse momento da história que os lusitanos encontraram nesse peixe a solução para matar a fome.  E depois, levaram o hábito para a terra firme.
Mas foram os bascos que descobriram a forma de aumentar seu tempo de conservação através do processo de salgá-lo antes de secá-lo lá pelos anos 1000.

De fácil digestão, é fonte de ômega-3 - importante no processo de diminuição do LDL e triglicerídeos e no aumento do HDL. Além disso, é apresentado como agente importante no controle a doenças cardiovasculares, aterosclerose, hipertensão e no controle de processos inflamatórios e autoimunes.
Ele possui elevado teor em proteínas de alto valor biológico, e boa concentração de minerais como o iodo, fósforo, sódio, potássio, ferro e cálcio e de vitaminas do complexo B.

Versátil, o bacalhau é considerado um peixe magro, e normalmente vendido seco e salgado. Mas é claro que hoje já encontramos no mercado sua versão dessalgada e ultracongelada, fresca em filetes e postas.

Apesar de tantos benefícios, o bacalhau deve ser consumido com cautela por pessoas com hipertensão arterial, pois o peixe é rico em sódio.
E mesmo para quem não sofre desse problema, nunca é demais lembrar a importância do processo de dessalga que precisa ser bem feito, retirando todo o excesso de sal antes de ir a mesa.

Com o Natal sua relação está associada a um antigo costume da Igreja Católica que a partir da Idade Média prescrevia dias de jejum de carne. Como o bacalhu já era comercializado salgado, tornou-se eleito pelo povo durante as festas religiosas, como o Natal e a Páscoa.
O jejum foi desaparecendo com o passar dos séculos, mas a tradição do bacalhau, sobretudo na ceia de Natal, manteve-se intacta até aos nossos dias.

A sugestão de receita vem do site Tudo Gostoso, Bacalhau com Natas


Ingredientes
1 kg de bacalhau limpo
1 kg e 1/2 batata
3 cebolas grandes
1 lata de creme de leite
Azeite
Salsinha
Leite
Farinha

Comece cortando as batatas em quadrados pequenos e levando para fritar no azeite apenas para amolecer.  Não pode dourar!
Depois, é hora de fritar o bacalhau até ficar desfiado e seco.
Em uma frigideira, coloque a cebola para fritar no azeite apenas para amolecer e acrescente a batata e o bacalhau, misturando bem.
Reserve.

É hora de preparar o molho branco, dourando um pouco de farinha de trigo enquanto acrescenta leite e uma pitada de sal. Leve ao fogo para engrossar e quando pronto acrescente uma lata de creme de leite.

Misture esse molho ao bacalhau e coloque um pouco de cheiro verde. Acomode em um pirex e polvilhe em cima com um pouco de farinha de rosca.


Agora regue com azeite e leve para gratinar.

Os benefícios da uva

O fruto da videira é altamente energético, rico em carboidratos, flavonóides, resveratrol e ácido linoléico. Reúne também pequenas quantidades de vitaminas do Complexo B e vitamina C.
A uva parece como alternativa no combate aos radicais livres, a problemas de saúde como diabetes e doenças cardíacas. Sua alta quantidade de água e sais minerais ativa os rins aumentando a eliminação de urina.  

Na uva verde, é a presença da catequina a substância antioxidante que atua como fator  capaz de acelerar um pouco o metabolismo. Mas é nas mais escuras que encontramos uma concentração maior de flavonóides e resveratrol, valiosos antioxidantes.

Pesquisas afirmam ser o resveratrol, presente na casca, auxiliar no controle hormonal.  Outras apontam os flavonóides encontrados no vinho tinto como “protetores” do coração, responsáveis pelo controle do LDL, o “mau” colesterol.  Embora alguns creditem a combinação de álcool e flavonóides, esses efeitos também aparecem com o consumo do suco de uva concentrado.
Refrescante no verão, a uva é fator de proteção contra os raios ultravioletas e, alguns dermatologistas acreditam que tomar suco de uva pela manhã ajuda a pela a ficar mais bonita.

Já as sementes, possuem magnésio, zinco e cálcio. Como estrato, as sementes tornaram-se motivo de estudo para se determinar seus benefícios no tratamento do diabetes. É o resveratrol que melhora a glicemia, ajuda na absorção de gordura e com isto a perda de peso. E é no suco que encontramos mais resveratrol, de preferência o orgânico, sem agrotóxico.
Para aproveitar todos os benefícios, é preciso comer a casca e, se possível, a semente também. E mastigá-las bem para ter a composição correta, uma vez que o ser humano não possui enzimas para digerir a semente.
O alerta fica aos portadores de úlcera, gastrite ou candidíase crônica que devem evitar ou comer uva com moderação.

Você pode se interessar também: